quarta-feira, 2 de agosto de 2017

O ladrão Temer fica. Camisas da CBF e panelas enfiadas não se sabe onde


Temer fica. Camisas da CBF, panelas e memória escondidas no armário.
Bob Fernandes

Votação da denúncia contra Temer. Encenado mais um ato da Farsa. Os mesmos tipos, os mesmos votos constrangedores, a moeda de sempre.

O processo do impeachment de Dilma, aquele definido como "Tabajara" por Joaquim Barbosa, estabeleceu a nova regra: o vale tudo.

O que está em jogo é quem controla o Poder. Agora e a partir de 2018.

Faltaram votos em 2014? Providenciou-se uma nova fórmula para chegar ao Poder. Essa que ai está, e que nesta histórica quarta, 2 de agosto, levou a mais um ato.

Todos se lembram do escândalo chamado "mensalão". O do PT. O do PSDB, 19 anos depois segue virgem.

O "mensalão do PT" escandalizou o Brasil. Espetáculo que se arrastou por 7 anos. No Supremo, sob a batuta do mesmo Barbosa, durou 1 ano e meio e 69 sessões.

Capítulos decisivos transmitidos ao vivo, de 2 de agosto até a véspera da eleição municipal de 2012.

Qual o crime denunciado naquele "mensalão"? Parlamentares sendo pagos para votar com o governo. E o que se assiste nesse ato da Farsa agora?

Parlamentares pagos, com emendas e demais moedas, para manter um presidente acusado de atos de corrupção pessoal.

E o que foi o movimento, o início do caminho para a derrubada de Dilma, se visto por esse ângulo, digamos comercial, das compras e vendas?

Recordemos. Yunes, 1ª amigo de Temer, revelou: foi usado como "mula" pelo ministro Eliseu Padilha. Quem contatou Yunes, em 2014, foi o doleiro Funaro, agora preso.

O que disse o doleiro Funaro para o Yunes tornado "mula"? Que 140 deputados foram "financiados" para eleger Eduardo Cunha presidente da Câmara.

Cunha, e seus "milhões de Cunhas", comandariam o "impeachment Tabajara"... Deu nisso ai.

Temer fica. Não vai dar Rodrigo Maia, o "Botafogo", na presidência.

Ainda estão divididos, mas os que querem o Poder de qualquer forma ganharam mais uma.

Já não há manifestações com camisas da CBF, e as panelas estão nos armários...

... Juntas devem ter sido guardadas, escondidas a indignação com a corrupção e, especialmente, a memória

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Web Analytics