quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Crime organizado decide manter Temer na presidência


É dureza ir dormir com a certeza de que eles fazem o que bem entendem porque nos veem como um povo acovardado e alienado. 

Ninguém, nem o mais corrupto ou o mais imbecil dos golpistas, teme reação alguma que possa vir do povo. E o pior é ter de concordar que eles têm razão.



CAINDO NA REAL

O congresso nacional é sim a representação legítima de nosso povo e nós progressistas estamos proporcionalmente bem representados lá, e é óbvio que se a maioria do nosso povo é composta de pessoas desonestas, interesseiras, egoístas e capazes de vender - e entregar ,- a própria mãe por que esperar comportamento diferente de nossos congressistas?


Congresso corrupto salva Temer e deixa o Brasil governado pelo crime


Um Congresso Nacional formado majoritariamente por corruptos, que se venderam a Michel Temer, denunciado por corrupção em razão das propinas pagas pela JBS, salvou, nesta quarta-feira, o governo mais sujo da história do Brasil; numa data que ficará gravada na história do Brasil como um dia da infâmia, Temer exonerou dez ministros, incluindo seu articulador Antônio Imbassahy, do PSDB, que comprou votos em plena sessão; operação para salvar Temer custou cerca de R$ 17 bilhões, em emendas e perdões de dívidas de setores como o ruralista, que ajuda a formar a base de Temer; com isso, conclui-se mais uma etapa do golpe dos corruptos contra a presidente honesta Dilma Rousseff – o que deixa o Brasil sequestrado, dominado e governado pelo crime.

Um comentário :

  1. Estou totalmente desencantado com o meu país.
    Deixa-me ser mais específico, afunilar esse sentimento: meu desencanto não é pelo país em si (o que é óbvio e desnecessário dizer, no entanto, dito está), mas por essa classe política - que sempre esteve aí, desde os primórdios - de parasitas gordos, gordos parasitas sugando, sugando, sugando ad eternum o gigante adormecido, da bancada da bíblia dizendo amém à da bala e do boi.
    O mesmo Congresso que tirou Dilma... (e veja bem, não digo que ela não fez merda, talvez tenha feito muita) mas a questão aqui é outra, estou falando de falta de ética, de injustiça e canalhice. Enfim, hoje-ontem vimos, mais uma vez, como nossos nobres deputados votaram, um show de horrores. Um covil defendendo seus privilégios, defendendo bandidos, porque bandidos são, um circo anunciado, comprado, descarado (com todo respeito que tenho pelo circo, me perdoem o mau uso do vocábulo).
    É uma indecência indescritível, surreal por demais, a investigação para admissibilidade de denúncia de corrupção ser sujeita a votos.
    Mas essa afunilada é injusta à minha indignação, então a frouxemos, dilatemos esse funil, assim saio do chavão que os políticos "não prestam" e são "corruptos até a medula" e caio no colo daqueles que saíram de verde e amarelo com a camisa infame da CBF, que tanto esbravejaram e pediram a saída de Dilma, com discurso de uma ignorância atroz, o Brasil mostrando sua cara, sua cara mais egoísta e umbigalista, sua cara detestável, que em nome da família, de Deus e da propriedade odeiam a igualdade, um Brasil feio, sem amor, um Brasil que sempre foi.
    Essas marionetes de analfabetos políticos que batiam panelas (e que nunca foi pela corrupção, sabemos) agora se calam, mas é claro que se calam, está tudo dentro do script. Se consente o crime, criminosos são?
    O capital não fala mais alto só no Congresso não. Somos um povo na sua maioria, na verdade, na sua bela e recatada classe média (que não odeia os pobres, desde que continuem assim: servindo, e almeja Miami) que paga pau para ricos e poderosos e futilidades mil, esse bando das dancinhas agora estão com as panelas enfiadas no c... Cadê vocês? Vocês são mais deploráveis que a maioria do Congresso, vocês me dão nojo pelo o que (sempre) fizeram com o nosso país, vocês são cínicos, canalhas.
    Sei que muitos, talvez, foram no embalo, foram apenas idiotas úteis, outros na má-fé mesmo, mas e agora? Estão perdidos na escuridão ou preferiram ficar quietinhos no conforto da sala, ainda tentando se justificar?
    Povo marcado, povo feliz (feliz?). A mídia determina seu sonho, sua felicidade, sua crença, sua revolta; o judiciário, o seu caminho. Que caralho de mundo! Preciso enfiar mais minha cara em meus livros, no meu sagrado silêncio, cultivar minha utopia em paz (existe isso? creio que não).

    Leonel D Jr

    ResponderExcluir

Web Analytics