sábado, 29 de julho de 2017

Decadência


Claudio Guedes 

Aloysio Nunes, que perto do ocaso da vida pública tornou-se chanceler da República em um governo rejeitado pela sociedade de forma quase absoluta, e que é fruto podre de uma trama política que escrachou a democracia brasileira, declara, na Folha de S. Paulo de hoje, 29/07:

"Nós criamos essa situação", disse ele ao se referir ao governo Temer. Aloysio foi um dos principais articuladores da derrubada do governo legítimo de Dilma Rousseff. Derrotado por ela nas urnas - era candidato a vice-presidente na chapa liderada por Aécio Neves - não engoliu o insucesso e sabotou, desde o primeiro instante, a presidente eleita nas tentativas dela em conseguir apoio do parlamento às suas propostas anti-crise. Pelo menos, diferentemente do hipócrita do FHC, seu colega de partido, Aloysio assume a participação na trama do impeachment da ex-presidente. No correr da entrevista, afirma o senador e ministro tucano: Aécio Neves "foi muito atingido" e "injustamente". 

Impressionante. O senador e presidente do PSDB foi flagrado cometendo crime de corrupção, extorquindo um empresário investigado, com a participação direta de um primo e da própria irmã: tudo registrado em áudio e vídeo por testemunhas e pela Policia Federal! Para Aloysio, seu colega tucano é um injustiçado...

Este é o ministro da Relações Exteriores do Brasil no atual momento. Diz muito da decadência que o país experimenta hoje no concerto das nações mundiais.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Web Analytics