segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Duas coisas que não interessam a Moro

Ayrton Centeno

A informação de que Sérgio Moro proibiu 20 das 41 perguntas elaboradas pela defesa de Eduardo Cunha para serem formuladas a Michel Temer – testemunha arrolada por Cunha – é mais uma evidência de que o juiz federal não está nem um pouco interessado em duas coisas que alega procurar: verdade e justiça

Seu objetivo – cada vez fica mais claro – é outro. E aqueles que lamentam hoje terem sido ingênuos ao trocarem um governo legal e legítimo pelo purulento abcesso instalado em Brasília após o golpe, logo perceberão que foram ainda mais cândidos e simplórios em relação aquilo que se arrasta para nascer em Curitiba.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Web Analytics