terça-feira, 8 de agosto de 2017

Guarda-chuva de golpista

Moisés Mendes 

O interessante nas imagens da ovada em Salvador contra Doria e ACM é que vários assessores andam com sombrinha e guarda-chuva para proteger os chefes. Já saem de casa com os apetrechos?
Já havia sido assim na ovada do casamento da filha do ministro da Saúde do jaburu em Curitiba.

Será que o pessoal mais prevenido da direita passará a andar de guarda-chuva em dias ensolarados? Só falta o guarda-chuva, sempre associado à arte, passar a identificar os golpistas.

Será justo jogar ovos neles? Será que o jogo não deve ser limpo, já que o jaburu-da-mala, o Congresso, a Justiça em geral, os tribunais diversos e o Supremo jogam um jogo de tão alto nível?

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Web Analytics