quarta-feira, 2 de agosto de 2017

A guerra civil na Venezuela

Leonardo Valente

Temos uma forte impressão de que a situação na Venezuela é de quase guerra civil entre forças mais ou menos iguais em adesão porque todos os olhos estão voltados para Caracas. Mas a Venezuela não é só a capital. No interior, a direita é muito mais fraca e tímida, quem conhece o país sabe disso. Até em cidades maiores, como Maracaibo, as forças oposicionistas ativistas nem de perto são as mesmas da capital.

Sem ajuda externa, se houver uma conflagração e o governo tiver as forças armadas, será um banho de sangue, mas com vitória certa e rápida de Maduro. Não haverá guerra por muito tempo.

Se não houver ajuda externa. Confesso, contudo, que estou revendo minhas opiniões de dias atrás, e muito assustado com movimentos dos EUA. Se entrarem nessa confusão de fato, será a mais grave convulsão na América do Sul desde a Guerra do Paraguai. As consequências serão imprevisíveis.

E para quem acha que isso não nos atinge, lembro: as eleições de 2018 aqui podem ocorrer em meio a uma guerra entre direita e esquerda no país vizinho, com interferência externa. Tá bom para vocês?


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Web Analytics