sexta-feira, 7 de julho de 2017

Conheça melhor Rodrigo Maia, o "Botafogo" da Odebrecht

Nilson Lage 

Esse Rodrigo Maia, filho do César Maia, conhecido pelas loucuras que fazia quando prefeito do Rio de Janeiro - apelidaram-no de "Napoleão de jardim" - é genro e satélite político de Moreira Franco, o mais corrupto e reacionário político que conheci, ainda quando governava a cidade de Niterói, no final da década de 1970.

Os três - Rodrigo, o "Botafogo", César, o "Inca" e Moreira Franco, o "Angorá" - figuram na relação dos políticos que tomavam dinheiro da Odebrecht. 

Matreiro como político (está há semanas conversando com representantes do "eleitorado" bancário em busca de apoio para ser presidente até 2018, "no mínimo") e autoritário como presidente da Câmara, Rodriguinho conta com o apoio de seus correligionários do DEM.

DEM (de "Democratas") é o nome fantasia do velho Partido da Frente Liberal que liderava a direita política antes da conversão do PSDB ao radical anti-socialismo democrático. Sua atual notoriedade é a continuação dinástica de um percurso comum na política brasileira: o pai, César, começou comunista, emplacou brizolista e, como tantos outros, embarcou em tempo oportuno naquilo que rende mais fácil dinheiro e poder.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Web Analytics