terça-feira, 4 de julho de 2017

Capo da Milícia Federal só aceita sair do cargo se puder escolher o sucessor


A colunista Eliane Tucanhede, do Estadão, diz que o diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello, "pediu" para deixar o comando da instituição.  O novo ministro da "Justiça", Torquato Jardim, havia dito que a permanência não era certa, demonstrando claras intenções de substituí-lo.

Segundo a informação, Daiello estaria acertando algumas condições. As duas principais delas seriam: escolher o sucessor junto com o ministro da Justiça, Torquato Jardim, e ele próprio anunciar o escolhido à opinião pública.

Isso seria importante para Daiello, como demonstração de prestígio e de liderança na “tropa”, e também para o "governo", como forma de esvaziar ataques.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Web Analytics