quarta-feira, 3 de maio de 2017

Fato e foto

Palmério Dória


A foto do atirador no telhado do Mackenzie, mencionada no post O Sobrevivente, sobre José Dirceu, foi tirada de um prédio ao lado por Amancio Chiodi, 

Era o repórter fotográfico buscando o melhor ângulo para chegar aos facínoras ali entrincheirados. O flagrante ganhou dimensão espetacular após a morte do estudante José Carlos Guimarães, atingido ali em frente, na Faculdade de Filosofia. 

Seriam publicadas em A Gazeta, onde Amancio trabalhava, mas foi censurada pela chefe de redação Múcio Borges da Fonseca, um desses suínos da profissão. 

Amancio, com apoio dos colegas Ruy Fernando Barboza, Mario de Andrade e outros, publicou-as na Última Hora, na Folha da Tarde, ainda não dominada por agentes da repressão e, por fim, abrindo reportagem de O Cruzeiro sobre a Batalha da Maria Antônio. 

A revista também trazia uma galeria com cerca de 30 integrantes do Comando de Caça aos Comunistas (CCC), fotos pequenas. Alguns se tornariam notórios. E estão por aí vibrando e trabalhando com paixão e ardor pelo golpe de 2016.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Web Analytics