quinta-feira, 4 de maio de 2017

Deputado Botafogo (Odebrecht/RJ) parte para o golpe 2.0

Luis Felipe Miguel

A manobra de Rodrigo Maia é transparente. A única forma de obter a simultaneidade das eleições é alterando mandatos em curso. Abre-se o caminho para a prorrogação do governo do usurpador.

Claro que isso despertará muita reação. Mas é uma das muitas alternativas que eles querem manter abertas para garantir a continuidade do golpe e o aprofundamento do retrocesso, sobretudo quando a chance de conquistarem tal resultado por meio da competição eleitoral parece muito remota.

Também pode ser um mero bode colocado no meio da sala. As eleições são mantidas e todo mundo acha que é uma vitória, mesmo que candidatos do centro para a esquerda sejam impedidos de concorrer. Tipo evitar o Gandra Filho pro Supremo - só para ver o Alexandre de Moraes ser nomeado.

Parabéns, de novo, aos deputados "de esquerda" que apoiaram a recondução de Rodrigo Maia à presidência da Câmara, não em troca de cargos (imagina!), mas porque ele era "republicano" e 
"institucional".


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Web Analytics