quarta-feira, 31 de maio de 2017

Danilo Gentili é um exemplo caricato e repulsivo daquilo que o machismo representa

Luis Felipe Miguel

Todo mundo sabe que Danilo Gentili é um escroto. Não sei se Maria do Rosário fez bem em enviar a notificação extrajudicial. Tendo a acreditar que a pessoa pública está sujeita à crítica, mesmo à crítica malévola, mal-intencionada e manipulatória. Se algum limite da liberdade de expressão foi efetivamente ultrapassado, então trata-se de processar, não de notificar extrajudicialmente. Mas não acompanho (felizmente) o que Gentili diz ou faz, então não tenho como estimar a gravidade da perseguição contra a deputada.

Da reação dele à notificação, porém, eu (infelizmente) fiquei sabendo. A ameaça pouco velada da violência física contra a mulher e o uso do órgão sexual masculino como instrumento de humilhação e de intimidação: Gentili é um exemplo caricato e particularmente repulsivo daquilo que o machismo representa.

Uma das definições de "humor", no Houaiss, é "expressão irônica e engenhosamente elaborada da realidade; espírito". Gentili é um "humorista" sem ironia, sem engenhosidade e sem espírito. Sua "graça" consiste exclusivamente em distribuir patadas e reafirmar preconceitos. Surfa na bizarra situação atual, em que, para certo público, ser reacionário conta como transgressor.

O que me espanta não é que ele exista. É que ele tenha público. Acredito, de verdade, que com argumentação e discurso claro muita gente que hoje está à direita pode mudar de posição. Mas seguidores de Danilo Gentili? Difícil. É uma demonstração de tamanho embotamento intelectual e supressão da sensibilidade em relação aos outros que está além da possibilidade de cura.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Web Analytics