terça-feira, 2 de maio de 2017

Ah, doutora...


SOBRE A SÉRIE "AH, DOUTORA!"

A imensa maioria das pessoas que frequentam minha página curtem bastante a série. Porém, recebo algumas críticas, e em respeito a elas, justifico minha insistência em manter as publicações.

Encontrei nas falas de Janaína a mais perfeita síntese "intelectual", política e midiática que se apossou do país nos últimos anos. Ela literalmente papagaia os Azevedos, os Mainardis, os Constantinos, os Villas, os Sardenbergs, os Mervais, as "Leitão", os Bonners, as Lo Pretes, Cantanhêdes e assim por diante.

Assim, ao fazer o contraponto a ela, faço o contraponto a todos eles e elas ao mesmo tempo, denunciando as falácias, os sofismas, a má-fé, o desequilíbrio, a patologia, entre outras aberrações.
Janaína conseguiu se transformar no pára-raios de tudo isso, engalfinhando-se na situação em um misto redundante de causadora e vítima ao mesmo tempo, mas invariavelmente provocadora, em especial da minha ira irônica.

Sua condição de Livre-Docente da maior universidade do Tucanistão é a coroa de diamantes desse trono anti-sanitário que se tornou o debate político nacional e especialmente paulista.

Talvez a coletânea possa ser um dia publicada como uma crônica de tempos esquizofrênicos que estamos vivendo.



Um comentário :

  1. Amo o tom jocosa das resposta para a Doidaína. é musica para os meus ouvidos. É catártico e lembra um pouco meus tempos de leitura do Pasquim, do Henfil numa luta com textos inteligentes e mordazes. Manda bala na "doutora". Gosto demais.

    ResponderExcluir

Web Analytics