segunda-feira, 10 de abril de 2017

Se é pra ser como a direita é, não precisa ser de esquerda

Lixo vs. Lixo
Nelson Barbosa

Tenho lido cada absurdo por aqui por causa da atitude machista de Sílvio Santos em relação à Sheherazade, que fico até envergonhado de partilhar uma esquerda com quem não consegue compreender que, independentemente de esta infeliz ser uma fascista, isso jamais autorizaria um patrão (coronel midiático) a assediá-la moralmente ou exercer em relação a ela seu irrecuperável machismo.

Ora, foi baseado neste mesmo pensamento, orientado pelo ódio e pelo preconceito, que muita gente apoiou as ofensas impetradas contra Dilma e seu governo, o que resultou no golpe misógino e escroto dos velhos brancos ricos.

A moça é fascista, é golpista, ofendeu-nos com suas intervenções absurdas, mas usar desse artifício para justificar atitude machista de SS em relação a ela significa, antes, aceitar que se trate mulheres ou empregados dessa mesma forma, legitimando-se toda e qualquer atitude machista de nossa pobre cultura nacional.

Parece que quase ouvi as mesmas falas da direita burra que diz "tá com dó, leva pra casa"; "mereceu ser estuprada...", "direitos humanos para humanos direitos"...

Gente, se é pra ser como a direita é, não precisa ser de esquerda, né?

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Web Analytics