sábado, 22 de abril de 2017

Nove verdades e uma mentira sobre a América Latina

Wagner Iglecias

BRINCADEIRA SEM GRAÇA NENHUMA

1- Um dos maiores, se não o maior genocídio da História da Humanidade, foi cometido pelas potências colonialistas europeias contra as mais diversas nações indígenas que existiam no chamado "Novo Mundo", do Alasca à Patagônia, passando inclusive pela destruição dos dois maiores impérios indígenas do século XVI, o Azteca e o Inca.

2- A incorporação da América Latina ao capitalismo mundial sempre ocorreu de forma subalterna e submissa. Seu papel em cinco séculos de existência tem sido o de fornecedor, a preços baixos, de commodities agrícolas, minerais e fósseis às potências colonialistas. Além, obviamente, de fornecedor de mão-de-obra super-explorada.

3- Embora não seja o continente mais pobre do mundo (posto ocupado pela África), a América Latina é o continente mais desigual do mundo, segundo dados da CEPAL e do Banco Mundial. A enorme concentração da propriedade da terra, característica desde as primeiras décadas da colonização, é um dos principais motivos da desigualdade latino-americana.

4- As nações latino-americanas falharam miseravelmente em suas iniciativas de integração regional. Mais do que economias complementares nossos países são economias que competem entre si pelo acesso aos mercados europeu, estado-unidense e chinês.

5- A escravidão, seja indígena, seja negra, é uma marca indelével na História latino-americana. A região foi durante séculos um dos pilares do tráfico internacional de pessoas do chamado Triângulo Atlântico. Abolido formalmente o trabalho escravo há mais de cem anos as populações negra, indígena e mestiça continuam sendo, até hoje, as mais pobres, excluídas e marginalizadas em praticamente todos os países latino-americanos.

6- Toda e qualquer liderança política latino-americana que ousou enfrentar as elites locais e estrangeiras e priorizou combater a pobreza e a desigualdade social foi invariavelmente chamada de populista. E muitas tiveram seus governos como alvo de fortes tentativas de desestabilização.

7- A democracia ainda é uma tarefa inconclusa na região. Entre o início dos anos 1960 e o início dos anos 2000 diversos países latino-americanos amargaram golpes de Estado. São eles: El Salvador, Rep. Dominicana, Equador, Brasil, Argentina, Panamá, Bolívia, Chile, Honduras, Haiti, Paraguai, Peru, Guatemala e Venezuela.

8- A América Latina é um dos mais ricos, se não a mais rico continente do mundo em estoques de água doce, petróleo, minerais, terras férteis e biodiversidade.

9- A imprensa latino-americana é, via de regra, super concentrada nas mãos de poucas famílias muito ricas, as quais mantém sólidas relações com elites políticas locais e estrangeiras e possuem visão política invariavelmente conservadora.

10- Depois das nove verdades acima, use este espaço (ou a seção de comentários) para citar a mentira que você quiser sobre a América Latina

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Web Analytics