sábado, 29 de abril de 2017

Madureira é o humorista-Jaburu que o Brasil do golpe merece

A DIREITA-JABURU É A PIADA
Moisés Mendes

Marcelo Madureira, o ex-Casseta golpista, é uma figura patética do humor brasileiro. Ele e alguns de seus ex-companheiros de programa são militantes de uma direita quase bolsonarista.

Ontem, no Rio, Madureira foi posto a correr por manifestantes, quando tentava fazer gracinha com a greve. Foi a cena hilária do dia (o vídeo está abaixo na primeira linha dos comentários).

Madureira e a turma do Casseta ficaram desamparados quando Bussunda morreu em 2006. Bussunda levava o grupo nas costas.

Sem Bussunda, não sobraram alguns humoristas perdidos, mas um monte de direitosos medíocres tentando fazer trocadilhos. A Globo viu que eles eram fracos e acabou com o programa.

Mas Madureira ainda tenta viver da fama daquela época. Dá pra ver que é apenas um reacionário sem piada. Ele é a piada.

O Brasil pós-golpe virou um país tão estranho que os humoristas (ou ex-humoristas) da TV são de direita. Deve ser um dos poucos países do mundo onde ainda tentam fazer piada com índio, negro, pobre, gay e mulher burra.

Madureira é o humorista-Jaburu que o Brasil do golpe merece.

2 comentários :

  1. Medíocre! Até hoje não aceitou que seu macho alfa perdeu uma eleição!Ver ele correndo como se tivesse alguma coisa enfiada no cu foi a melhor piada que ele já fez na vida! Marcelo você é uma piada! Vida longa para você!

    ResponderExcluir
  2. Madureira, palhaço você não é, não tem talento, como afirma o Moisés, vcs eram carregados pelo Bussunda e ainda pensa em ganhar dinheiro com essa suposta popularidade? Siga o Conselho do talentoso Chico: vai trabalhar vagabundo!

    ResponderExcluir

Web Analytics