quarta-feira, 19 de abril de 2017

Comandante do exército condecora nata da safadeza brasileira

Foto: Pedro Ladeira/Folhapress 
Além de Moro e Huck, o Exército também ofereceu condecorações do Mérito Militar aos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo, e Luís Roberto Barroso.

Os senadores Álvaro Dias (PV-PR) e Armando Monteiro (PTB-PE) estavam na lista dos agraciados com a homenagem militar. A cerimônia foi realizada no quartel-general do Exército e contou com a presença de poucos políticos.

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e seu filho, o também deputado Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), foram aplaudidos por parte do público ao terem seus nomes anunciados pelo mestre de cerimônia entre as autoridades presentes. Eles não receberam condecorações e apenas assistiram à cerimônia.

Após o encerramento da cerimônia, estudantes do Colégio Militar de Brasília que participaram da solenidade pediram para tirar fotos com os deputados da família Bolsonaro.

3 comentários :

  1. E tem idiotas que querem intervenção militar!.... O minixtro das teles vai ser o Huk .... Oque o Huk fez de bom para ser condecorado? Usar a instalações do exército ( gratuitamente?) Para aparecer no programa dele? Os milicos estão cada vez mais patéticos.

    ResponderExcluir
  2. Ditadura militar condecora seu discípulo Sérgio Moro.
    Militares assumem seu papel fundamental no apoio a mais um golpe de estado.
    Enquanto não fizer uma reforma nas forças armadas sempre teremos os filhos do Ustra no comando.

    ResponderExcluir

Web Analytics