quinta-feira, 27 de abril de 2017

Bem-vindos ao século XIX

Carlos D'Incao

SEJAMOS BEM-VINDOS AO SÉCULO XIX

Pronto. A reforma trabalhista foi aprovada. Voltamos ao século XIX... Trabalhadores sem nenhum direito com a exceção da liberdade de vender (no livre mercado) sua força de trabalho nos leilões da escravidão assalariada.

Os políticos brasileiros conseguiram reeditar com extraordinária atualidade cada linha do "Manifesto Comunista" de Karl Marx e Friederich Engels.

Podermos dar especial destaque para o seu trecho final:
"Os trabalhadores não tem nada a perder, a não ser suas correntes. Têm, por outro lado, um mundo a ganhar. Trabalhadores de todos os países, uni-vos".
Mas é interessante citarmos também uma outra frase de Marx, do livro "O 18 de Brumário de Luís Bonaparte":
“Em alguma passagem de suas obras, Hegel comenta que todos os grandes fatos e todos os grandes personagens da história mundial são encenados, por assim dizer, duas vezes. Ele se esqueceu de acrescentar: a primeira vez como tragédia, a segunda como farsa.”
Temer conseguiu ser as duas coisas: uma tragédia e uma farsa.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Web Analytics