sábado, 11 de fevereiro de 2017

Um país que não respeita puteiro é a última escala da degradação

Mario Rocha

"Um país que não respeita puteiro é a última escala da degradação". A frase, mais uma pusta sacada do Cadu, refere-se ao ensaio feito em um barco, em Brasília, da sabatina a que será submetido o recém indicado ao STF pelo presidente golpista. O ensaio se deu na Chalana Champagne, barco conhecido na capital federal por receber defensores da moral e da família em seus encontros com trabalhadoras do mercado do sexo. Pobres moças, diga-se, que tiveram maculado seu local de trabalho.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Web Analytics