quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

O estelionato do MBL e Vem Pra Rua



Quem pariu o governo Temer que o balance.

Guilherme Boulos

O MBL (Movimento Brasil Livre) e o Vem Pra Rua convocaram uma manifestação para o próximo mês. Andavam sumidos ultimamente. Também pudera.

Esta turma praticou um incrível estelionato político. Venderam a seus seguidores a ideia de que a saída de Dilma representaria a salvação nacional. Seria o fim da corrupção e o caminho para a recuperação econômica. Diante da incredulidade de alguns recorriam ao bordão "primeiro tiramos Dilma, depois os outros".

Foram desmoralizados pelos acontecimentos. Na prática ajudaram a alçar ao poder o grupo mais fisiológico da política brasileira, com acusações de corrupção dos pés à cabeça. Um governo que demonstra ter perdido até mesmo a preocupação com as aparências de decoro, como na recente indicação de Alexandre de Moraes ao Supremo Tribunal Federal.

Quando Lula foi indicado ministro gritaram raivosos pelas ruas. Diziam que era um acinte ao povo brasileiro. Agora, na recente indicação de Moreira Franco saíram pela tangente. No máximo, algumas postagens envergonhadas na internet.

Quanto à economia, bem a economia... caminha aceleradamente para a maior recessão da história brasileira. O austericídio pretende combater a doença matando o paciente. Em breve não terão sequer como recorrer ao discurso da "herança maldita".

Se Dilma saísse, os investimentos iriam voltar. Não voltaram. Se aprovassem a PEC do Teto, então, os investimentos voltariam. Nenhum sinal deles. Agora, a bola da vez é a reforma da Previdência e, em seguida, a Trabalhista. É de se pensar o que poderão dizer após terem destruído o Brasil, sem tirar a economia do fundo do poço.

Ora, o que essa turma que apresentou a derrubada de Dilma como solução para o país tem a dizer? Nada, por isso ficaram quietos nos últimos meses. Qualquer um com um pingo de bom senso teria vergonha de apresentar-se publicamente após um estelionato de tal magnitude. Quem ajudou a colocar Temer no poder não tem credibilidade para falar sobre corrupção. Menos ainda sobre um programa de saída para a crise.

Não por acaso, a última manifestação que chamaram, ainda no ano passado, foi um fiasco. Reduziram estes grupos a seu tamanho real. Sem convocação ao vivo pelas redes de televisão a vida fica mais difícil.

As declarações à Folha dos líderes da próxima manifestação foram esclarecedoras sobre sua relação com Temer. Falando da manifestação, Rogério Chequer, do Vem Pra Rua, fez questão de ressaltar "as várias coisas boas que o governo está fazendo". O representante do MBL, mais chapa-branca, foi além: "queremos deixar bem claro que este não é um ato Fora Temer". Desnecessário o alerta, todos sabem.

Quem pariu o governo Temer que o balance.

Um comentário :

  1. O que entendi, e vi em um video no antagonista, é que eles vão para a rua dizer não aos previlegios dos politicos e trocam a estes previlegios, aceitam a reforma da previdencia, golpe armado......você acredita que os politicos vão acabar com seus mumus, cortam mais criam outros.

    ResponderExcluir

Web Analytics