quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Médica do Sírio Gabriela Munhoz vazou criminosamente dados sigilosos de Marisa

Médica do Sírio vazou dados sigilosos de Marisa

247 - A médica reumatologista Gabriela Munhoz, de 31 anos, compartilhou informações sigilosas do diagnóstico de Dona Marisa, horas depois de sua internação, há dez dias, em um grupo de whatsapp de antigos colegas de faculdade. 

"Por não permitir esse tipo de atitude entre seus colaboradores, a instituição tomou as medidas disciplinares cabíveis em relação à médica, assim que teve conhecimento da troca de mensagens", informou a assessoria do hospital Sírio Libanês, após contato do jornal O Globo, que publicou a denúncia. O hospital informou ainda ter "uma política rígida relacionada à privacidade de pacientes" e repudiou a quebra do sigilo de pacientes por profissionais de saúde.

"A colegas, Gabriela alegou ter confirmado informações já divulgadas na mídia, em grupo restrito de médicos de sua confiança. Ela lamentou que tenham sido compartilhadas com outros grupos e disse não ter tido contato pessoal com o prontuário. Localizada pelo GLOBO, ela não quis se manifestar", diz a reportagem de Thiago Herdy.

O boletim médico que foi divulgado horas depois pelo hospital, porém, fazia referência à hemorragia cerebral por ruptura de um aneurisma, mas não dava detalhes técnicos a respeito da gravidade do diagnóstico.

No mesmo grupo em que a médica divulgou as informações, o neurocirurgião Richam Faissal Ellakkis fez um comentário sobre o quadro de dona Marisa: "Esses fdp vão embolizar ainda por cima", escreveu, em referência ao procedimento de provocar o fechamento de um vaso sanguíneo para diminuir o fluxo de sangue em determinado local. "Tem que romper no procedimento. Daí já abre pupila. E o capeta abraça ela", escreveu Ellakkis.

Segundo o Globo, o médico presta serviços no hospital da Unimed São Roque, no interior de São Paulo, e em outras unidades de saúde da capital paulista.

::—::::—::::—::::—::::—::

Gabriela Araújo Munhoz
Médica reumatologista graduada na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, residência médica de Reumatologia pela Irmandade Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.
CRM:142819-SP

Richam Faissal Ellakki:




Richam Faissal El Hossain Ellakkis Servicos Medicos - Epp
Nome fantasia : Dr. Richam Ellakkis
Endereço : R Antonio Pereira De Sousa, 95, Santana, Sao Paulo, SP, CEP 02404-060, Brasil
Telefone : (11) 3965-3007 
CNPJ: 24.340.871/0001-12

                                                        ::—::::—::::—::::—::::—::

Hospital Sírio-Libanês

faleconosco@hsl.org.br

Gabriel Iralla Luccas
+55 (11) 3394-4830
gabriel.iluccas@hsl.org.br

Heliana Nogueira
+55 (11) 3394-4819
Heliana.nogueira@hsl.org.br

Itacir Figueiredo
+55 (11) 5095-2660

itacir.figueiredo@wnp.com.br

31 comentários :

  1. Como uma pessoa tão ignóbil pode ser médico?
    Rasga seu diploma ,queima e vai junto com o capeta que é teu colega....
    Nojo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha o perfil da médica.
      Devemos denuncia-la.
      https://www.facebook.com/gabriela.munhoz.31

      Excluir
  2. Alguém ensine esses aos dois animais das fotos o que é ser humano.

    ResponderExcluir
  3. Dois discípulos do Josef Mengele. Queria que esse "médico" árabe fosse para os EUA, iria se fuder legal por ser árabe.

    ResponderExcluir
  4. Esses dois aí pra mim não passam de dous grandes FILHAS DAS PUTAS...porque se tivessem MAE não pensariam assim e sinceramente se tiverem espero que passem pelo mesmo problema que a Ex primeira Dama e encontrem um ou uma médica igualzinho a seus filhotes para atende-la...e assim que EU VEJO é assim que EU penso e é assim que EU desejo...esses não merecem respeito ...pronto falei.

    ResponderExcluir
  5. E tem gente boa desempregada...que pais é esse ????

    ResponderExcluir
  6. Dois grandessíssimos filhos-da-puta!

    ResponderExcluir
  7. O nome destes médicos não podem ser esquecidos pois qualquer cidadao comum estará correndo risco nas mãos de medicos sem éticas. Eles não são renomados, ainda dependem dos pobres para viver

    ResponderExcluir
  8. O nome destes medicos não podem ser esquecidos. Se vc é pobre corre grande risco de ser atendido por eles em algum convenio porque não são medicos renomados.

    ResponderExcluir
  9. E O FASCISTINHA IDIOTA DO FAISSAL ELAKKI........
    O TAL QUE SUGERE EUTANÁSIAS IDEOLÓGICAS NA PRÁTICA MÉDICA...
    O SÍRIO LIBANÊS NÃO FAZ NADICA DE NADA?
    OU SEJA...... MULHER VAI PRA RUA....
    O FASCISTINHA MACHINHO FICA....
    EMENDA PIOR QUE O SONETO!

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. "Segundo o Globo, o médico presta serviços no hospital da Unimed São Roque, no interior de São Paulo, e em outras unidades de saúde da capital paulista." Por que ainda não foi demitido dá Unimed???

      Excluir

    2. Segundo o Globo, o médico presta serviços no hospital da Unimed São Roque, no interior de São Paulo, e em outras unidades de saúde da capital paulist
      O que a Unimed está esperando para demiti-lo?!

      Excluir
  10. O odio é por ter sido mostrado o nível dos medicos desse país....

    bem associado ao nivel de políticos...

    ResponderExcluir
  11. Verdadeiros monstros !!! formados em Medicina.

    ResponderExcluir
  12. não pensem que foi só ela.... nem que só ela faz isso, no meio dela.
    a atitude dela só ficou escancarada. apenas isso.

    ResponderExcluir
  13. Simplesmente não são profissionais! Aliás, perderam anos da vida em uma universidade para não aprender nada. Lamentável seres deste nível ter tal ação... Eram para terem aprendido a zelar e resguardar a vida do paciência e não como mata-lo. Imagina uma situação dessa acontecendo com um familiar seu, imagina esta situação ter acontecido com uma esposa, filha ou mãe? No mínimo é que percam seus CRM...

    ResponderExcluir
  14. Por que as pessoas se empoderam diante da Rede...Somos seduzidos facilmente e atropelamos principios éticos e humanitários....PENA, que a maioria de nós também CONDENA quem errou, igualando-se aos mesmos. Muito perigoso

    ResponderExcluir
  15. Isso aí é o que cuida do povo nos hospitais, se em particular eles fazem isso já pensou nos públicos então, deveriam ser demitidos perderem os diplomas e serem presos, psicopatas.

    ResponderExcluir
  16. Você é cruel e desumano tem que ser cassado seu CRM .Você precisa de Deus na sua vida e amar ao próximo mas aguarda aí tudo que você plantar é isso que você vai colher...Tenho pena de vc...

    ResponderExcluir
  17. VC é desumano e cruel seu CRM deve ser cansado. VC precisa de Deus na sua vida e ter amor ao próximo .Tenho pena de vc não esqueça que tudo que você plantar VC vai colher.É a lei da vida portando aguarde e se tiver chance se regenera...

    ResponderExcluir
  18. E aquela médica no RS que se recusou a atender a uma criança, simplesmente porque sua mãe era petista.

    ResponderExcluir
  19. Absurdo total a atitude desses médicos que envergonham a quem tem ética,moral e princípios,e exercem a medicina por amor ao próximo e ao ser humano,dando oportunidade a cidadãos como esse anônimo que generaliza depreciando o nível "dos médicos desse país",falta bom senso,pois existem sim profissionais sérios e dedicados sim a cuidar de seu próximo, é fácil atacar sem pensar, parabéns por seu tresloucado ato...simplesmente abominável!!!!

    ResponderExcluir
  20. Sacanagem essas ofensas dos médicos, tem gente que assim como eu está torcendo para prender políticos e ex políticos corrúptos, se o lula errou e a lava jato chegar nele e o punir isso é um fato, agora descontar raiva numa paciente inocente isso é outro fato, com certeza essa Mariza estava sentindo e sofrendo dores , dores que a gente não podia imagina na decorrência da morte, e esses médicos xingando e brincando no WhatsApp com o sofrimento dessa doce mulher, se eles xingavam imagina o que estavam fazendo pessoalmente ambos em si na presença dela, para mim não são médicos, são outros que merecem a cadeia e os diplomas anulados. Que Deus dê a Mariza um destino melhor e abençoe toda a família dela para acalmar o sofrimento dessa perda, e que todos os médicos de todo o Brasil repudiem essas ofensas dos seus colegas e valorizem mais os pacientes que estão em situação grave.

    ResponderExcluir
  21. essa criatura vai mudar de nome e de cara e continuar clinicando em alguma biboca do interior do Brasil. graças a Deus não confio em médicos e sei que minha expectativa de vida será mais longa se optar por morrer de causar naturais do que se optar por tratar-me com esses organismos que, pelo nome. parecem ter sido importados da Arabia Saudita

    ResponderExcluir
  22. memoria do povo ....na choro lembram de humanidade e e carinho com o proximo

    ResponderExcluir
  23. FDP desses, tão como os outros, se aproveita da situação de uma pessoa enferma, e fica tirando sarro. Queria ver se fosse com a mãe desse idiota.

    ResponderExcluir
  24. O patrono desses "médicos", Josef Mengele, deve estar orgulhoso, a ponto da ossada abandonada dele na FMUSP balançar... . Que esses monstros tenham o mesmo destino de seu mestre!

    ResponderExcluir
  25. Escória da classe médica.... deveriam perder o direito de exercer a medicina....

    ResponderExcluir
  26. DOIS CRIMINOSOS!!!! Disfarçados de médico. Em pensar que qualquer pessoa poderia ser atendida por um desses dois Monstros. Que não respeita um ser humano. Isso é uma vergonha para classe médica.
    Detesto politica... Mas essa atitude criminosa desses dois Richam Faissal El Hossain Ellakkis e Gabriela Araújo Munhoz é Inadmissível.

    ResponderExcluir
  27. Sou da área de saúde... E fiquei chocada com agressividade deste médico, com a falta de ética profissional dele e com a falta de respeito pelo ser humano. Isso é muito preocupante,e muito serio. O Conselho de medicina tem o dever moral de punir esses dois. Que humilhação esse tipo de atitude trás para classe medica e para os brasileiros na comunidade internacional.

    ResponderExcluir

Web Analytics