terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Decisão idiota de Doria já começa a causar mortes

Após 20 dias do aumento da velocidade, Marginais têm 1º acidente com morte
Entre o dia 25, quando os limites subiram, e o dia 7 de fevereiro, foram registrados 142 acidentes, 51 deles com vítimas.

Por G1 São Paulo

A capital paulista registrou o primeiro acidente com morte nas vias marginais nesta terça-feira (14), após os limites de velocidade máxima subiram. Um motociclista colidiu com um carro que estava parado com pane mecânica na Marginal Pinheiros e não resistiu aos ferimentos. Última morte havia sido registrada em agosto.

Às 5h20 desta terça, o carro da professora Bete de Almeida apresentou problemas na Marginal, em frente à estação Ceasa da CPTM, na pista no sentido Rodovia Castello Branco. Quando ela desceu do automóvel, o motoqueiro Manuel Santana Nascimento, de 40 anos, bateu forte contra a traseira do carro. Ele morreu na hora.

“O carro deu problema, aí eu parei. Saí do carro e ele entrou”, contou a professora, que estava chorando, ficou muito abalada e foi atendida pelo SAMU. Ela seguia para o trabalho, uma escola pública em Osasco, na região metropolitana. No início desta tarde, ela estava no IML Oeste, onde estava o corpo do homem.

O pneu do carro do iluminador Rodolfo Silva dos Santos furou ao passar sobre uma das peças da moto e do carro, que ficaram espalhadas no asfalto. Ele disse que viu o acidente acontecer, que Manuel não chegou a frear e que o homem foi arremessado ao chão logo após a forte batida forte.
“Nenhum carro passou por cima do motoqueiro, nem nada. Foi o impacto mesmo”, contou Rodolfo. “Aqui a máxima é 90 km/h e não tem trânsito de madrugada, né? Então, querendo ou não, os motoristas sempre estão em alta velocidade”, opinou.
Os últimos números divulgados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) mostram que entre o dia 25 janeiro, quando os limites de velocidade das marginais subiram, e o dia 7 de fevereiro, foram registrados 142 acidentes. Entre esses acidentes, 51 tiveram vítimas, e desses, 39 envolveram motos.

A última morte que o SPTV registrou nas marginais também foi com moto. No dia 15 de agosto de 2016, dois amigos, um de 24 anos e outro de 26, voltavam de uma balada pela Marginal Tietê por volta das 4 horas, quando perderam o controle em uma curva e bateram contra um poste. Eles morreram na hora.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Web Analytics