sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Número de pessoas poderosas mortas em acidentes no Brasil é muito maior do que no resto do mundo

Renato Janine Ribeiro

Aí você lembra dois ex-presidentes da República mortos em acidente (JK na estrada, Castelo Branco no ar), ministros como Marcos Freire, da Reforma Agrária, políticos destacados, como Ulysses e Eduardo Campos, megaempresário como Roger Agnelli, um ministro do STF agora, e acha tudo estranho.

E aí alguns dizem, que paranoia!!

Deve ser mesmo.

Mas aí você se pergunta quantos presidentes da República, primeiros-ministros, ministros de Estado, juízes de Corte Suprema, megaempresários morreram em acidente de jatinho nos últimos 50 anos nos Estados Unidos, Canadá e nas demais grandes democracias, e com muito esforço só encontra Francisco Sá Carneiro, primeiro-ministro de Portugal (1980) - e, faz mais de cinquenta anos, em 1962, Enrico Mattei, presidente da poderosa estatal italiana do petróleo.

Deve ser uma peculiaridade brasileira, morrerem pessoas importantes em acidentes aéreos.

Sugiro a quem está debochando dessas coincidências: digam que morrer tanta gente assim é uma jabuticaba.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Web Analytics