segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Meryl Streep ataca Trump com discurso vazio e hipócrita

Por Raphael Santos

O discurso de Meryl Streep foi vazio e hipócrita. Ela, enquanto eleitora de Hillary, ainda não se conformou com a derrota. Criticar o Trump é muito fácil, o sujeito é um monstro com todos os seus defeitos à mostra, diferente da adversária, um monstro camuflado. Foi um discurso demagogo pra jogar pra galera, como se Hillary fosse uma boa opção.

Quero ver é aprofundar esse discurso, e criticar a ditadura oligárquica bipartidária que obriga o povo norte-americano a escolher entre um racista xenófobo e uma genocida imperialista que embrenharia o país a inúmeras guerras mundo afora para satisfazer os interesses da alta burguesia americana. Hillary, a belicista representante do grande capital, já assassinou milhares de inocentes, já dizimou países inteiros e faria muito mais.

Trump, Obama, Hillary, Bush, Clinton, não passam de empregados das grandes oligarquias americanas, sem nenhum compromisso com seu povo, e que não pestanejam em dizimar povos inteiros, explorá-los até a miséria absoluta, aplicar golpes de estado e etc. Nenhum merece essa defesa apaixonada.

O que deve ser colocado em discussão é o sistema eleitoral que não passa de uma disputa entre os candidatos das grandes corporações, em que os interesses do povo não está representado em absolutamente nada. Enquanto isso não for discutido, não passa de conversa fiada.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Web Analytics