terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Dilma Rousseff defende Guilherme Boulos de agressão do governo do crime organizado


A prisão do líder do MTST - Movimento dos Trabalhadores Sem-TetoGuilherme Boulos, é inaceitável. Os movimentos sociais devem ter garantidos a liberdade e os direitos sociais claramente expressos na nossa Constituição cidadã, especialmente o direito à livre manifestação.


Prender Guilherme Boulos, quando defendia um desfecho favorável às famílias da Vila Colonial em São Paulo, evidencia um forte retrocesso. Mostra a opção por um caminho que fere nossa democracia e criminaliza a defesa dos direitos sociais do nosso povo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Web Analytics