domingo, 22 de janeiro de 2017

A morte em tempos de ditadura

Golpes de estado instalam ditaduras. Ditaduras matam pessoas. Simples assim.

Quando se é jovem, negro e morador da periferia, a morte acontece por "bala perdida" ou "resistência à prisão". Quando se é ativista social, por "confronto com a polícia". Quando se é detento, em "luta de facções". Quando se é juiz, político ou celebridade, por "queda de avião", "afogamento em mergulho" ou "acidente automobilístico". Quando se é preso político, por "suicídio". A morte, em ditaduras, tem a sua hierarquia.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Web Analytics