quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

A mídia se transformou em uma facção criminosa


FORA DA PAUTA

O ministro da Justiça propõe gravar advogados de facções criminosas - uma violação clara de prerrogativa da advocacia - na frente de dois repórteres da Folha de S.Paulo.

E, incrivelmente, NENHUM DELES sequer menciona que Alexandre de Moraes consta no Tribunal de Justiça de São Paulo como advogado em pelo menos 123 processos da área civil da Transcooper - uma das cinco empresas e associações investigadas por lavagem de dinheiro e corrupção levadas a cabo pela organização criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

No fim das contas, essa é uma das nossas mais graves mazelas: a mídia também se transformou em uma facção criminosa.


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Web Analytics