sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

A Internacional do dinheiro governa o mundo




Bob Fernandes

O Brasil tem 12 milhões de desempregados. O mundo tem mais de 200 milhões de desempregados.

Desde a crise de 2007/2008 o mundo perdeu 70 milhões de empregos. Para enfrentar esse desastre, gerado pela subprime e voracidade financeira, foram torrados US$ 16 trilhões.

Há 3 anos o lucro de 4 bancos brasileiros era maior do que a soma do PIB de 83 países.

Há 3 meses o Papa Francisco pregava: "A Internacional do dinheiro governa o mundo".

Alerta o Papa: "Governa com o chicote do medo, da desigualdade, da violência econômica, social, cultural e militar que gera sempre mais violência..."

O asneirol clichê, tapado ou cínico, espalha ser o Papa um "boliviariano, um comunista".

No Fórum Mundial de Davos, na Suíça, estão reunidos líderes empresariais e políticos do planeta. De Davos, alertas sobre essa brutal, perigosa desigualdade.

Informam: apenas 8 homens têm mais dinheiro do que 3,6 bilhões de humanos; metade da população da Terra.

E informam: no Brasil, os 6 homens mais ricos têm US$ 80 bilhões em patrimônio...

...É preciso somar tudo que têm 100 milhões de brasileiros mais pobres para alcançar a fortuna destes 6 homens e seus grupos...

A Oxfam, Confederação com 17 organizações e 3 mil parceiros, atua contra "pobreza e injustiça" em mais de 100 países. Em Davos essa Confederação definiu como "obscena" tamanha desigualdade.

"Efeitos corrosivos" da desigualdade produziram as vitórias de Trump, e do Brexit na Inglaterra, entende a Oxfam.

Que detecta nesse ciclo, e momento, "ressentimento contra elites" e "um surto de populismo político". Leia-se: ascensão da extrema-direita e direita mundo afora.

O que porções da elite do mundo e o Papa estão pregando é uma reforma do Sistema; Sistema Capitalista.
Antes que, como advertem, tudo saia definitivamente do controle e exploda.

O que isso tem a ver com nossa barbárie e horror nos presídios, hospitais públicos, com a violência nas ruas, discursos de ódio...?

O que tem a ver com quebradeira, com "cortes" que multiplicam desemprego e miséria...?

Tem muito, quando não tudo a ver. O Brasil, como se sabe, embora tantos não percebam, é parte periférica desse mundo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Web Analytics